A vantagem do banco de talentos e como criá-lo.

O banco de talentos é outra estratégia para melhorar seu marketing de recrutamento. Aliada a outras estratégias, mantê-lo atualizado é fundamental para atrair profissionais qualificados.

Um erro que muitos recrutadores cometem é não aproveitar o banco de talentos da sua empresa. Afinal, custou tempo e dinheiro criá-lo. Neste artigo, leia algumas sugestões para você conseguir aproveitá-lo e as suas vantagens.

 

Deixando o banco de talentos sempre atualizado, será possível aproveitar candidatos que já entraram em contato com a sua empresa, participaram do seu processo seletivo e estão interessados em fazer parte da sua equipe.

 

Uma das vantagens é poder fazer o uso de filtros inteligentes e, assim, já filtrar os candidatos que tenham as competências e habilidades necessárias. Com isso, você irá economizar tempo e dinheiro no seu processo de recrutamento e seleção.

 

Outra vantagem é poder armazenar em um só lugar inúmeras informações dos candidatos, deixando os currículos organizados e sem a necessidade de carregar uma grande quantidade de papéis.

 

À seguir, veja essas e outras vantagens em ter um banco de talentos e como montar o seu.

 

Vantagens do banco de talentos.

 

Deixando aberto para que se candidatem mesmo sem ter uma vaga aberta, apenas para deixar o currículo cadastrado no banco, faz com que economize tempo ao abrir uma oportunidade, pois será mais fácil de fazer a triagem.

 

Otimização dos processos seletivos

 

Você vai ganhar muito mais tempo no seu processo seletivo se o banco de talentos estiver atualizado e bem estruturado, pois ficará mais fácil de realizar a triagem. Ao ter as informações em um só lugar, facilita na hora de selecionar os candidatos mais adequados para a vaga.

 

Com isso, facilitará na hora de segmentar algum candidato por causa de alguma habilidade ou competência específica, realizando a triagem mais rapidamente.

 

Redução de custos

 

Ao otimizar o processo de recrutamento e seleção você irá também conseguir reduzir os custos. Afinal, não será necessário anunciar as vagas em diversas plataformas de recrutamento para atrair o maior número de candidatos, pois você já terá feito a sua triagem.

 

Assim, o dinheiro gasto em outros processos seletivos com anúncios pagos, eventos para atrair candidatos, entre outros, será reaproveitado nesse processo, pois os candidatos que foram atraídos no processo anterior, podem fazer parte do novo.

 

Ao realizar a contratação mais rapidamente, também irá diminuir os custos que uma vaga em aberto provoca para a empresa.

 

Reforça a marca empregadora

 

A longo prazo a utilização do banco de talentos também te ajudará em outra estratégia: Employer Branding.

 

Afinal, ao mostrar-se preocupada com seus candidatos, contatando-os e chamando-os para outros processos, fará com que eles se identifiquem mais com a empresa e queiram fazer parte dela, melhorando sua imagem como marca empregadora.

 

Assim como temos base de clientes, segmentando-os e mantendo contato sempre, seja com e-mail marketing ou outra forma de contato, é necessário fazer o mesmo com a base de candidatos.

 

Por isso, ao manter um banco de talentos, é possível criar conteúdos diretamente para eles e automatizar uma campanha de e-mail marketing. Os candidatos irão perceber que, mesmo sem estarem em um processo seletivo, a empresa continua lhes dando atenção e em próximos processos de seleção, muito provavelmente vão querer participar.

 

Agora que já ficou claro as vantagens de deixar o banco sempre atualizado, vamos ver como que o montamos e quais ações fazer assim que estiver pronto.

 

Como montar banco de talentos

 

Banco de talentos

1 - Faça uma lista de todos os cargos e funções da sua empresa.

 

Ao fazer essa lista você ficará a par de todas as funções que existem na empresa. Assim, já pode começar a olhar alguns currículos e separar os que são qualificados para, quando alguma vaga abrir, você já ter algumas opções.

 

2 - Aumente o alcance das vagas.

 

Veja onde seus candidatos ideais estão e publique para que os talentos certos se candidatem. Assim, você vai construindo um banco eficiente já que estará recebendo currículos de profissionais qualificados.

 

3 - Armazene os currículos virtualmente.

 

Mesmo que os receba fisicamente, guarde as informações online para poder acessar quando quiser. Além de economizar papel, você otimiza espaço físico, melhora na organização das informações e os encontra mais facilmente , com a ajuda de filtros inteligentes.

 

4 - Categorização de currículos.

 

Como já falei, a grande vantagem do banco de talentos é poder aproveitar currículos de processos seletivos passados. Por isso, guarde-os,  categorize-os e explique o porquê de o candidato não ter sido aprovado anteriormente.

 

Uma boa dica para categorizá-los é dando notas ou escrever “profissional qualificado”, “profissional muito qualificado”, “profissional interessado e com chances de melhoria” e por aí vai.

 

5 - Crie um funil de candidatos.

 

Acesse esse artigo e veja a importância em se criar um funil de recrutamento e direcionar conteúdos educativos para os profissionais que estão em cada fase do funil.

 

6 - Inbound Recruitment.

 

No artigo sobre Inbound Recruitment expliquei o que significa esse termo, que nada mais é do que criar conteúdo relevante para os candidatos em cada fase do funil de recrutamento.

 

Então, depois de ter o seu banco de talentos estruturado é hora de criar conteúdo para blog, para as redes sociais e para os e-mails marketing. Assim, você estará educando, ajudando e se aproximando mais de candidatos qualificados.

 

Oferecer esse conteúdo para cada etapa do funil faz você se aproximar dos candidatos, melhorando a relação de vocês, deixando-a mais humanizada e, ao mesmo tempo, melhora a imagem da empresa.

 

Para saber mais como a PeopleRPM pode te ajudar a criar o banco de talentos e automatizar seus processos, entre em contato com a gente e agende uma demonstração gratuita.