Indicadores para medir ações de Employer Branding

Ao fazer ações de Employer Branding, é necessário verificar se elas estão sendo realmente eficazes. Por isso, veja alguns indicadores para mensurar as ações

Para quem acompanha nosso Blog, sabe que já falei muito e dei várias dicas de ações para alavancar Employer Branding, Employee Experience e Employee Engagement. Mas como medir se essas ações estão sendo realmente eficazes na sua empresa? Por isso, hoje falarei sobre indicadores para medir o desempenho das suas ações.

 

Saber medir o efeito das suas ações é extremamente importante, pois consegue dar uma visão clara se você está seguindo o caminho certo na sua estratégia de Employer Branding.

 

A melhor forma de calcular se suas ações estão dando certo é calcular o ROI, ou seja, o Retorno Sobre Investimento das suas ações. Para isso, é necessário definir um KPI (Key Performance Indicator) que significa Indicador Chave de Desempenho, ou seja, o que você quer medir.

 

Com um KPI definido é possível ter clareza sobre se o seus objetivos foram alcançados ou não.

 

Como medir o ROI

 

Indicadores

O ROI é muito usado em ações de marketing promovidas pelas empresas. Mas direcionando para a área de Recursos Humanos, vamos ver um exemplo:

 

Imagina que você fez um Stand em um evento de Recrutamento e Seleção para atrair mais talentos que estejam interessados em trabalhar na sua empresa, investindo 10 mil reais e você acabou recebendo 50 mil currículos.

 

Para saber qual foi o seu ROI é só calcular:

 

ROI = (Ganho Obtido - Investimento Inicial) / Investimento Inicial

 

ROI = (50.000 - 10.000) / 10.000

 

Fazendo o cálculo você verá que o ROI foi de 4 vezes ou 400%.

 

Com o ROI é possível metrificar suas ações e tornar sua área de Talent Acquisition mais estratégica e com um melhor desempenho.

 

Além do exemplo citado acima, outras ações do RH podem ser usadas como indicadores, como:

 

  • Contratações
  • Divulgação de vagas
  • Taxa de rotatividade ( turnover)

 

Custo de contratação

 

Indicadores

 

Outra métrica importante para ser analisada é o custo de contratação dos seus novos colaboradores.

 

Em 2012, a Society of Human Resource Management and the American National Standards Institute criou uma fórmula para calcular esses custos:

 

Custo por contratação = (Custos internos de recrutamento + Custos externos de recrutamento) / Número total de contratações

 

Para entender melhor essa fórmula, preste atenção nos seus custos externos de recrutamento como, por exemplo:

 

  • Quantos eventos você vai por ano?
  • Quanto custa divulgar suas vagas nas plataformas em que você atua?
  • Quanto custa para divulgar sua marca empregadora?

 

Se o valor no seu recrutamento externo está muito alto, preste atenção se você está divulgando nas plataformas em que o seu público alvo está. Se você estiver divulgando onde seus candidatos em potencial não estão presentes, seu custo por contratação crescerá bastante.

 

Divulgação de vagas

 

Como acabei de mencionar, preste atenção para ver se você está divulgando suas vagas nos canais certos. Buscar profissionais em plataformas erradas, além de custar mais, também vai custar o seu tempo.

 

Faça um levantamento para encontrar as melhores plataformas onde seus talentos em potencial se encontram.

 

Turnover

 

A taxa de turnover está ligada com suas contratações assertivas. Quanto mais assertiva for, menor sua taxa será, pois você não terá muita rotatividade na equipe.

 

Para saber como medir sua taxa de turnover é só clicar aqui e ler um dos nossos artigos já publicado.

 

Esse artigo focou em métricas, ou seja, indicadores que podem ser medidos para ver se suas ações de Employer Branding estão fazendo o efeito desejado. Mas também é possível medir outro tipos de ações, questões mais subjetivas, como:

 

 

 

Existem inúmeros jeitos de medir a eficácia das suas estratégias. O importante é sempre continuar medindo e tomando as medidas necessárias para continuar crescendo e se tornando referência como marca empregadora.