Banco de currículos: como aproveitá-lo melhor?

Deixe seu banco de currículos sempre atualizado para que você possa aproveitá-lo em outros processos seletivos, chamando candidatos que possam ter as competências necessárias para determinados cargos.

Ter um banco de currículos não é só ter candidatos a disposição quando precisar, é agir de maneira estratégica. Esse recurso pode ser um forte aliado para que você possa melhorar o capital intelectual de sua empresa e mantê-lo a todo vapor, como também ter um baú de tesouros, ou seja, um banco com vários talentos para sua empresa.

Veja, antes de começarmos a falar sobre como você pode aproveitar melhor seu banco de currículos, se você costuma ter as seguintes práticas: “Não costumo dar feedback negativo para meus candidatos”, “Não separo candidatos ativos de passivos, assim, como também não crio um pool de talentos”, “Costumo não incentivar os candidatos a acompanharem as redes sociais da minha empresa”, “Costumo ir ao mercado logo de cara para procurar currículos”.

Se você possui essas práticas, tenho algo a dizer:

Antigamente se usava bastante alguns gaveteiros com muitos papéis guardados, mas que dificilmente seriam usados e você só tinha trabalho e mais trabalho guardando papel e ocupando espaço físico, se lembra?

A falta de interação com seu banco de currículos e algumas ações dentro do seu processo seletivo é o que fazem com que ele se torne um “Gaveteiro de papéis digital”, ou seja, os candidatos por vários motivos não sentem interesse em atualizar seus currículos ou a continuar a se candidatar às vagas de sua empresa porque você simplesmente não os trata com devida atenção.

Pense basicamente em um diagrama de causa e efeito, aquele de espinha de peixe conhece? São diversas ações nas quais você não pratica e que te levam a não ter um banco de currículos ativo e estratégico.

Mas calma, tudo tem volta!

Nesse post vamos te dar algumas dicas, na verdade alguns hacks para você conseguir reverter essa situação e ter um banco de currículos no qual ele seja uma peça importante para seu recrutamento e seleção.

 

1 – Olhe para seu banco de currículos com outros olhos

Banco de currículos

Antes de você sair correndo e fazendo várias mudanças para tentar reverter a situação, o primeiro passo é enxergar o valor das informações nas quais você possui e estão armazenadas.

Entenda que de certa forma o candidato se dispôs do tempo dele para enviar suas informações para sua empresa, ou seja, ele já demonstrou interesse nas vagas nas quais você publica ou apenas deixando o currículo para futuras oportunidades. Esses são os chamados candidatos ativos..

Falando um pouco mais sobre candidatos passivos e talentos, esses grupos realmente necessitam de uma atenção e valorização maior, pois são candidatos talentosos que estão em outras empresas e não estão procurando emprego, mas que seriam de grande valia para a sua organização.

Por isso, acompanhe a maneira na qual seu banco de currículos vai crescendo ao longo das semanas, organize em sua agenda um horário para que você possa analisá-lo com calma.

 

2 – Ser organizado não basta, é preciso ter ações!

 

Normalmente, é fácil ouvir a seguintes frases:

“Mas eu tenho um sistema que organiza os dados para mim”, “Eu uso o e-mail e arquivo tudo certinho nas pastas”

Quando não se toma uma ação quanto às informações armazenadas ao longo do tempo você está criando novamente o “gaveteiro digital”.

Crie um fluxo de ações semanais ou quinzenais para manter seus candidatos próximos à você e a empresa. Adote as seguintes práticas:

- Organize seu banco de currículos com marcadores para criar seu pool de candidatos para ficar mais fácil para segmentá-los, entendendo melhor sobre seus perfis profissionais.

- Seja parceiro da sua área de marketing. Com as informações sobre o banco de currículos você pode criar campanhas com conteúdos a serem enviados para os candidatos por e-mail, fazendo com que eles continuem a frequentar não só a página de carreiras e de vagas da sua empresa, mas que por meio dessas campanhas você consiga mantê-los interessados.

Caso você não possua um departamento de marketing que possa auxiliá-lo nesse processo, aqui em nosso blog já realizamos uma postagem de “como criar anúncios de vagas nas redes sociais de forma gratuita”.

Essa métrica pode ser usada para ir além,  onde você pode criar vários tipos postagens e enviá-las seja por e-mail ou por algum outro canal para os candidatos do seu banco de currículos, mostrando o dia a dia da empresa.

 

3 – A Solução para sua necessidade pode estar na prateleira!

 

banco de currículos

 

Quando abrir uma nova oportunidade na empresa utilize do seu banco de currículos para preencher o processo, ou seja, caso você consiga manter um fluxo usando algumas das dicas anteriores e manter a comunicação com os candidatos de forma ativa, fazendo com que eles mantenham o interesse em fazer parte da empresa, você poderá poupar tempo ao invés de perder horas procurando e entrando em contato com outros candidatos.

Utilize dos pools segmentados nos quais você criou e até mesmo de filtros ou pastas nas quais você pode encontrar os candidatos de forma simples e objetiva, além de valorizar e dar oportunidade para as pessoas que já se interessaram em sua empresa.

Se esse candidato for contratado, será um ótimo case de sucesso para que seja trabalhado como um conteúdo em suas redes sociais, mostrando como foi a jornada dele até o primeiro dia de trabalho.

 

4 – Faça Recrutamento Interno!

 

Seu público interno, ou seja, os funcionários da empresa também estão com seus currículos cadastrados neste banco. Além de você motivá-los pelo fato de dar oportunidade para seu desenvolvimento profissional, expor esse tipo de conteúdo também é muito benéfico em relação ao mercado para que outros profissionais vejam que em sua empresa possui um plano de carreiras.

A falta de organização claramente é inimiga de uma boa gestão quando o assunto é banco de currículos

A interação com os candidatos é o que acaba por diferenciar a maneira como seu banco de currículos se tornará útil. Para isso abuse do Linkedin tanto por parte do recrutador quanto também da Company Page da empresa.

As outras mídias sociais da empresa, Facebook, Twitter, Instagram também são aliadas nesse processo, uma vez que com um forte trabalho de valorização da marca da empresa, seja possível fazer com que os candidatos mantenham seus currículos ativos e atualizados para que quando seja aberta uma nova oportunidade suas informações estejam adequadas a atual realidade do momento, ajudando no dia a dia do recrutador.

Dentre todos esses currículos que recebemos é mais do que importante saber diferenciar aqueles que realmente são candidatos que sua empresa enxerga como possíveis talentos para poder categorizá-los, e futuramente montar um processo seletivo com candidatos com currículos diferenciados.

Então, lembre-se de sempre deixar o seu banco de currículos bem atualizado, para que você consiga achar os candidatos certos para as oportunidades certas, aumentando as suas contratações assertivas.